hatsune-miku-blender

Multimidia no Ubuntu: Arte e animações 3D com Blender

Durante esse mês, abordarei algumas ferramentas de produção multimídia no Ubuntu. O último artigo publicado aqui tratava do GIMP e sua nova interface. Considerá-lo-ei o ponto de partida.

O cinema já descobriu o Blender com o filme Shrek 2 e alguns outros. Designers corajosos já desvendaram a qualidade da engine do software livre de criação e renderização 3D e, embora a interface dele pareça complicada aos mais leigos no assunto, ela é poderosa, provendo tudo o que é necessário para animações, físicas, jogos e outros.


Nesta página
é possível conhecer o portfólio público criado com o Blender, mas abaixo vai um resumão de vários deles:

Enquanto as pessoas temem a migração para sistemas baseados em Linux por não encontrar seus softwares preferidos (e pagos, e caros, e etc…), uma quantidade de talentosos artistas mostram sua técnica (que é o que faz o artista) com um software gratuito e de qualidade.

Nas duas apresentações sobre Ubuntu, que fiz na Faculdade Salesiana, mostrei como exemplo de produto de software livre de qualidade o curta Big Buck Bunny. Confira abaixo:

 

Quanto à interface deveras “complicada”, traz tudo o que é necessário para a criação destes excelentes trabalhos mostrados no vídeo acima, e com alguma busca no Youtube sobre “tutorial Blender”, você poderá encontrar excelentes referências sobre as ferramentas do Blender.

E assim, vão caindo as mentiras de que “Sistemas baseados em Linux não possuem programas de qualidade”. Mentira! Bullshit! Não tem o programa da Adobe. Não tem o programa da AutoDesk, mas tem artistas talentosos que conseguem extrair o máximo que podem apenas com sua técnica.

No Ubuntu, o Blender pode ser instalado diretamente pela Central de Programas.

Alguns sites de referência para o Blender:

Blender.org (Site Oficial)
Blender Nation (Interessantíssimo)
Blender total

4 opiniões sobre “Multimidia no Ubuntu: Arte e animações 3D com Blender”

  1. Só pra continuar falando de programas de qualidade pra Linux, muitos procurar e dizem não substitutos ao AutoCad e ao Adobe Lightroom.

    Para o AutoCad temos o BricsCad, conheci ele em um relato de um rapaz que ficou encarregado na empresa de achar um programa cad para Linux ( http://forum.ecivilnet.com/about835.html). BricsCad não é gráts mas 5 vezes mais barato que o AutoCad.

    Para o Adobe Lightroom o grupo Corel (o que faz o Corel Draw mesmo) diponibiliza o Corel AfterShot Pro (http://www.omgubuntu.co.uk/2012/01/corel-aftershot-pro-brings-lightroom-competitor-to-linux/)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alteração )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alteração )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alteração )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alteração )

Conectando a %s